4/17/2009

Jogar Bilhar com Carros

É extremamente curioso como está toda a gente extremamente ansiosa por se escapar ao português. Por dá cá aquela palha todos tentam enfiar uma palavra, expressão ou interjeição de outra língua, nomeadamente inglês, nas conversas, artigos de jornal, mesmo livros. Esta moda vai tão longe que mesmo o Moyle, que é um purista da língua portuguesa, como vocês os quatro já devem ter percebido, praticamente não faz outra coisa que não enfiar esses outsiders na nossa bela língua, right?

Enfim, este hábito que insidiosamente se infiltrou na sociedade portuguesa revela um pouco do zeitgeist em que estamos envolvidos e é o fait-divers que serve de mote ao assunto que nos trouxe aqui hoje.

Será que a expressão car-pooling é mesmo necessária? Não se pode dizer partilha de carro? Fazer uma vaquinha para a gasosa? Qualquer coisa deste género e genuinamente português, em termos linguísticos? Note-se que nada me move contra a utilização de expressões estrangeiras na nossa língua. Como raio poderia eu chamar ao croissant? Se não houvesse a expressão Mister como chamaríamos àquele senhor que orienta uma equipa de futebol? Nada em português substitui um dolce far niente, por exemplo. Mas car-pool?

Ou este texto - note-se que não usei post - é um Fehlleistung , ou a expressão car-pool é absolutamente desnecessária.

70 comentários:

Treze disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Treze disse...

É completamente desnecessária. Mas deve apelar mais aos sentidos dessa forma, sei lá...

PS: Como deixaste passar o stress?

ipsis verbis disse...

Realmente, pá. Ainda se fosse car-sharing, agora car-pooling... é que é completamente desnecessário.
pff! :)

(por outro lado, graças ao teu texto, aprendi o que significa "pool" :)

viste isto?

clara umbra disse...

Eu vi, ipsis! Holy sheet! Ainda se fosse um boneco insuflável...

Teté disse...

Ah, pois é! Antigamente só se usava esporadicamente em cocktail (cacharolete) ou abat-jour (quebra-luz), mas actualmente é um chover de palavras estrangeiras, que algumas conversas tornam-se absolutamente surrealistas. Nunca tiveste a felicidade de ouvir dois informáticos a conversar??? :)))

A culpa é da rede, é o que é... :D

Moyle disse...

Treze,

é bem verdade o teu apontamento, até porque "tensão", "pressão" e "falta de coiso" não explicam tão bem como a palavra inglesa »stress«...

Moyle disse...

ipsis,

o Moyle está aqui precisamente para enriquecer o vocbulário dos seus leitores - entre outras coisas que não lembram agora talvez por inexistência:D

a imagem é mesmo «holy crap» para parafrasear que não ipsis verbis a Clara:)

Moyle disse...

clara,

mas dizes um destes, destes, ou ainda destes [embora etse último não seja propriamente insuflável]?

Moyle disse...

Teté,


ahhhhh, o que me apetecia agora um cacharolete:)
sinceramente, felizmente não, mas não fico muito melhor com alguns analistas económicos na tv e rádio.

a culpa não só é da rede mas piorou muito desde a massificação da teia :D

Treze disse...

Moyle,

agora que falas nisso, "falta de coiso" é sem dúvida bem mais esclarecedor e abrangente que stress :)

ipsis verbis disse...

Clara,

Isso também se arranja. :)

ipsis verbis disse...

Moyle,

:)

A imagem é mesmo isso tudo que ambos disseram. (eu só tirava o "holy" :)

Blayer disse...

É o usual menosprezo português em relação a si próprio. O nome é mais apelativo porque dá a entender que a idea não é nossa, logo que isso se pratica noutros países, por isso deve ser bom.

johnny disse...

Concordo. Antes de dizermos uma palavra numa língua estrangeira, devemos pensar se existe uma portuguesa para dizer a mesma coisa e usá-la, porque usar palavras estrangeiras em avulso não nos prestigia, mas vulgariza.

Já as expressões em latim...

Moyle disse...

ipsis,

por mim considera retirado :)

Moyle disse...

Blayer,

é realmente um bocado isso. se é bom fora aqui também tem que ser, apesar de no sentido inverso o mesmo já não se passar o que é idiótico, if you ask me:)

Moyle disse...

johny,

as expressões em latim não contam aqui porque é como citar ditados do avô ou da avó. latim não é estrangeiro, é só um português mais antigo. é um bocado como visitar monumentos, digo eu:)

Miguel disse...

bem, eu cá achei piada ao termo vaquinha pela gasosa :D LOL

Jiminy_Cricket disse...

Oi moyle,

e o carjaking? que é quando o jack nos leva o carro!!!! do melhor!!!

jus

clara umbra disse...

«I pump up everyday, that's how I keep my large extremities in goord working order!»...? Tenha medo! :D

clara umbra disse...

*good, não goord... (fiquei arrebatada, confesso!)

Moyle disse...

Miguel,

são mais palvras, é certo, mas exprime melhor a ideia de car-pooling :)

Moyle disse...

Jimini,

mas porquê carjacking e não carpetering, por exemplo? não percebo, embora entre ser levado de carro por um jack ou um peter eu prefira, muito honestamente, ir a conduzir o meu. nada de misturas :)

bjs

Moyle disse...

clara,

eh pá, descaíste-te :) não era em tenha medo que estavas mesmo, mesmo a pensar :D

ipsis verbis disse...

Moyle,

considero, então :)

ipsis verbis disse...

cof cof :)

Moyle disse...

ipsis,

Ah Ah :D

ipsis verbis disse...

Moyle,

é do frio. é é :)

Moyle disse...

ipsis,

e dos portugueses a arranharem nas goelas, não?

ipsis verbis disse...

Moyle,

:)
ou então, apenas uma onomatopeia repetida em jeito de meter conversa por outro lado. :D

Moyle disse...

ipsis,

nunca me teria ocorrido essa possibilidade :D

ipsis verbis disse...

Moyle,

"sim eu sei"... daí tê-la indicado. :)

Moyle disse...

ipsis,

ainda bem que estás a atenta senão teríamos aqui uma conversa de doidos :D

Jiminy_Cricket disse...

Oi Moyle,

Porque o Jack leva-nos para o estripador e o Peter para o Peter-Pan? Não joga!!!!

jus

ipsis verbis disse...

Moyle,

ahhh... teríamos nada. teríamos?

Moyle disse...

Jimini,

antes a terra do Nunca que os intestinos numa valeta em Londres :D

de qualquer maneira não pertenço à classe profissional preferida pelo jack, pelo que não teria grandes problemas. Por isso e por não pôr o cu em Londres :D

bjs

Moyle disse...

ipsis,

... talvez tivéssemos :D

ipsis verbis disse...

Moyle,

não sei se conseguimos isso. achas-nos capazes de tal feito? :D

Moyle disse...

ipsis,

a dúvida está aí, se reunimos a parvoíce necessária para uma conversa de doidos :)

ipsis verbis disse...

Moyle,

:) eu acho que reúno a parvoíce necessária para uma conversa parva. agora para uma conversa de doidos é que já não sei se dá - diz ela a medo

Moyle disse...

ipsis,

que tem parvoíce também tem doidice para uma conversa que não enquadre e parâmetros de normalidade :)

ipsis verbis disse...

Moyle,

uh uh... bem visto! (lá estou eu a trocar-me toda)

Moyle disse...

ipsis,

e eu a comer letras à grande :)

estranho, até jantei bem.

ipsis verbis disse...

Moyle,

o pior deve ser mesmo a tinta das letras.

e eu que nem bebi nada!? :)

Moyle disse...

ipsis,

deixa um travo desagradável, realmente, mas também não vou me apetece ir fazer chá.

não faz mal, os koalas não bebem a vida toda :)

ipsis verbis disse...

Moyle,

talvez um after-eight? (chá das 5, mas como já não são 5, e já passa das 8... enfim)

daí eu nunca ter precisado de comer folhas de eucalipto!

Moyle disse...

ipsis,

esse "enfim" foi de self-pity? ahahaha

acho que tenho ali um ovo de chocolate e acho que vou tratar-lhe da saúde.

lá está, uma coisa evita a outra. mas não recomendo que comeces a comê-las. tenho a impressão que só resulta em koalas :)

ipsis verbis disse...

Moyle,

foi. ahahah

isso! :)

neste caso, o chá de eucalipto é o quê? um paradoxo? ahahaha

Moyle disse...

ipsis,

talvez não seja um paradoxo. o que é recomendado fazer ao chá antes de o beber? coar, certo? portanto, quando fizeres chá de eucalipto só tens de coá-lo e bate tudo certo.

[este merece um enfim, mas dos grandes :)]

ipsis verbis disse...

Moyle,

e se a folhinha de eucalipto já vier numa saqueta. preciso coá-la na mesma? :P

:D

Moyle disse...

ipsis,

acho que não porque a saqueta se faz a infusão já vai coá-la à partida, portanto resultaria redundante :)

ipsis verbis disse...

Moyle,

a não ser que a tal saqueta tenha um furinho, pelo qual algumas das mais pequenas folhinhas de eucalipto saiam. e aqui sim, o uso (já não tão redundante)do coador ou então do koala.

Moyle disse...

ipsis,

ahhhhhhhhhhhhhh, já podias ter dito que tinhas um koala em casa. mas ele contenta-se só com saquinhos de chá? parece-me pouco porque esses bichos comem quilos e quilos de folhas por dia. se o gajo da quercus cuja cabeça parece uma glande te apanha estás feita ao bife:)

por outro lado, e agora que penso nisso, nunca vi chá de eucalipto à venda sequer.

ipsis verbis disse...

Moyle,

koala? qual koala? quais saquinhos de chá? :D

eu acho que já. mas se estiver enganada, até nem soa assim tão mal. chá de eucalipto! - credível, não?

Moyle disse...

ipsis,

bem mais credível que eu dizer que o Moyle é um blog de humor. ahahahaha

ipsis verbis disse...

Moyle,

ahahahah. já no plural, resulta sempre :D

Moyle disse...

ipsis,

bem, se eu me rir e tu te riste - apesar de graficamente - talvez não seja de humor mas tenha alguma piada. mas não vou embandeirar em arco, até pode ser que seja apenas a caixa de comentários :D

ipsis verbis disse...

Moyle,

ahhh... lá estás tu! parecias agora o Marco Bellini. Pois eu digo que a piada ou o humor (eu prefiro piada) está em tudo! :)

Moyle disse...

ipsis,

são essas injecções de moral that keep me going :D

ipsis verbis disse...

Moyle,

como é que era a piada do herman?... hmm... era dizer um palavrão, não era? :)

Moyle disse...

ipsis,

ahahahaha. um palavrão é sempre um bom desbloqueador de situações :)

ipsis verbis disse...

Moyle,

ou isso ou um arroto. ahahah :)

Moyle disse...

ipsis,


*burp*

ipsis verbis disse...

Moyle,

santinho. tu agasalha-te, rapaz! :)

Moyle disse...

ipsis,


vou-me aquecer com um JPS :D

ipsis verbis disse...

Moyle,

acompanho-te com um PV. :D

Moyle disse...

ipsis,

tchin tchin

ipsis verbis disse...

Moyle,

à nossa!

Moyle disse...

ipsis,

depois deste brinde e já mais compostinho vou aterrar que isto não está nada fácil.

auf wiedersehen, faísca mcqueen :)

ipsis verbis disse...

Moyle,

:)

arriverderci, luigi :)