7/01/2008

Dia Mundial da Criança

O Moyle não se anda a baldar e tem aqui meia dúzia de posts para vosso exclusivo deleite mas, por imponderáveis que o obrigam a passar a próxima semana a trabalhar sem acesso ao computador (o facto de ser na praia não faz da coisa menos trabalho), só deverá, em princípio, aparecer por aqui para a próxima semana.

Dito isto, e para todos aqueles que julgavam que o Moyle deixaria passar em claro a importantíssima data de 1 de Junho, Dia Mundial da Criança, aqui está uma bofetadinha de luva branca na fronha que é para verem que o Moyle não menospreza as coisas importantes.

Em homenagem ao Dia Mundial da Criança, o Moyle propõe a criação de um novo artigo, ou melhor, de um meio artigo, que fique entre o Artigo IV e o V, pela simples razão de que o Moyle é muito sensível às injustiças e quer ver acautelados os direitos fundamentais e inalienáveis de todas as crianças. Quando se diz todas as crianças, são mesmo todas. Não vamos estar a discriminar uma criança só porque é judeu e filho de Deus.

Por isso, depois do Artigo IV, o Moyle sugere o Artigo IV e Meio:


10 comentários:

clara umbra disse...

Sim, mas só algumas é que tem direito ao Espírito Santo, e isso, a meu ver, é que está mal.
Uma semana de trabalho na praia… pois, pois.

Pedro Correia ou Poeta Acácio disse...

é como diz a clara... algumas só se podem contentar com o Espírito Santo...
Isto de ir em trabalho prá praia tem que se lhe diga... esta semana também vou em «trabalho» (entenda-se trabalho do bronze), porém praia da minha preferência tem uma meia dúzia de boas pessoas que disponibilizam Acesso WiFi à pala! E ainda dizem que há malta que não é boa gente! hehehe

Um abraço meu caro! E bom «trabalho»!

TENHO DITO

Clara Umbra disse...

Poeta,

Trabalho na praia... será que o Moyle entrou para o Baywatch...?

Teté disse...

Dia da Criança? Artigo IV e Meio?

Sim, trabalhar na praia é dificílimo!!!

Cá por mim entraste para o elenco dos "Morangos com Açúcar" de Verão, não? :)))

Jinhos e divert... trabalha muito! ;)

Jiminy_Cricket disse...

Oi Moyle,

Achei o artigo IV e meio muito importante. A maioria não tem a consciência de quão importante é.

Quanto a ires de férias, eh pa! mas tu passas a vida de férias???? ahahahahahahaha

beijos

Sorrisos em Alta disse...

O Moyle está a ficar frouxo???
Está doido??

O Moyle posta para nossa debjeca ou para nosso dewhisky, nunca para deLEITE!!!!

Abraço

Moyle disse...

comentário geral e alguns particulares (ou seja, um comentário para toda a gente).

- foi na praia, é certo, mas foi mesmo muito trabalho, daquele que dura 24h por dia, sem exageros. mas antes ao ar livre que dentro de 4 paredes (apesar deste ser menos exigente fisicamente).

- não entrei nem para o baywatch (não saber nadar parece que é um ponto negativo no currículo) nem para os Morangos de Verão (pensar parece que é um ponto negativo no currículo) mas os atributos físicos para o efeito estão cá todos (já tinha dito que a modéstia é a minha segunda maior qualidade?)

- o Moyle não quereria o Espírito Santo. segundo o bigodinhos é só uma pomba que borra as cadeiras tods no céu. agora as comodidades que o "Espírito Santo" poderia assegurar... aí já falávamos.

- o Moyle pode estar a arredondar abdominalmente mas frouxo nunca. desde que o médico proibiu bebidas brancas que o Moyle nem cheira leite (lapso, portanto).

- ter uma pai e uma mãe é importante, porque vejam o fim que o trsite da imagem teve. não me sai da cabeça que aquilo foi falta de amor de pai e que aquela confusão toda foi para chamar a atenção.

Pedro Correia ou Poeta Acácio disse...

clara:
who knows? hehehehe

Beijos e abraços

TENHO DITO

Clara Umbra disse...

«- não entrei nem para o baywatch (não saber nadar parece que é um ponto negativo no currículo) nem para os Morangos de Verão (pensar parece que é um ponto negativo no currículo) mas os atributos físicos para o efeito estão cá todos (já tinha dito que a modéstia é a minha segunda maior qualidade?)»
Muito bom, de uma ponta a outra!
Resisti, resisti... mas não consigo deixar passar: OK, diz lá qual é a primeira/a maior qualidade? [Raios! Detesto ser previsível!]

Moyle disse...

é a perfeição:)