6/25/2008

Agricultores Radicais


O Moyle teve acesso a algumas imagens confidenciais das actividades da Confederação Nacional da Agricultura (CNA) e da Confederação dos Agricultores Portugueses (CAP) e, além da extrema falta de originalidade na escolha dos nomes para as respectivas organizações, podemos ver que Jaime Silva tinha razão e que é uma perseguição descarada o que estão a fazer ao Ministro da Agricultura.
Congresso da CAP na Amareleja, concelho de Moura, numa estrutura temporária montada para o efeito.

Aqui podemos ver João Machado, em primeiro plano, a assistir ao mesmo Congresso. Não foi possível identificar o senhor que aparece em segundo plano a chamar um táxi.



Esta imagem decora a sala de reuniões da Direcção Nacional da CNA, tendo sido obtida a muito custo devido ao secretismo desta organização.




Eis aqui representados os líderes da Revolução Camponesa que se prepara para tomar de assalto o poder burguês de Lisboa. Balbino da Silva está em primeiro plano (é o do meio).

6 comentários:

Clara Umbra disse...

Alguma coisa não bate certo nestas fotos... mas não consigo perceber bem o quê!
Na 4ª, por exemplo, ninguém usa aqueles casacos cinco tamanhos acima... soa-me a engodo...
Já sei! O Balbino da Silva não é o do meio, é os outros dois de tez amarelada, é isso!

Sorrisos em Alta disse...

E será que a CAP estava guardada num baú e ainda não sabe do que se passa a leste e que o muro de Berlim caíu?

Teté disse...

Não sei porquê, estas imagens não me são estranhas...

Então a cara do senhor que está a chamar o táxi, ui, será que é meu vizinho?

Não sei qual é a dúvida do ministro: se a dirª e a esqª estão de acordo com as reivindicações, porque é que não acede? Queres ver que está armado em teimoso??? ;)

Moyle disse...

clara,

ora bolas. eu a imaginar: "nota-se que não tenho jeitinho nenhum para o photoshop mas ninguém vai ter a insensibilidade de mo atirar à cara".

tu acertaste mas eu enganei-me:(

Moyle disse...

sorrisos,

se for como outro pessoal de direita que ainda anda estvam guardados era num armário. e não há maneira de sairem.

Moyle disse...

teté,

pode muito bem ser um vizinho nosso. sinceramente não conheço. o pobre não é é muito benito.

o "senhor" anda é a tentar tapar o sol com uma peneira, a fugir com o rabo à seringa, a assobiar pró lado, a... pois, está percebido:)