3/14/2010

A Conspiração da Laranja

A SIC prestou o gigantesco serviço público de acompanhar de carro os candidatos a top dog do PSD na sua chegada a Mafra e, desse supremo momento televisivo, retiram-se dois pequeníssimos apontamentos agora esmifrados, além do pormenorzinho de eu ter lido "reunião da Máfia" de todas as vezes que olhava para a televisão, em vez de "reunião em Mafra", que era o que estava realmente escrito.
Em primeiro lugar, dos três candidatos, só Paulo Rangel não usava cinto de segurança. Na realidade, mas do que imprudência, é digno de destaque o facto de, do mesmo trio, este ser o único candidato que não precisa do referido equipamento de segurança, na medida em que circula permanentemente com uma série de airbags já insuflados, certamente para prevenir qualquer tombo.
Em segundo lugar, é curioso que todo e qualquer triste cidadão se arrisca a apanhar uma coima de trânsito através de fotografias de radar, de câmaras focadas na circulação do trânsito, etc. Mas vimos Sua Eminência, a trilobite candidata a candidato a próximo Sócrates, a circular toda lampeira, sem, precisamente e como já notado, cinto de segurança. Ficamos à espera das consequências.

4 comentários:

Teté disse...

Um serviço público de gabarito, mas curiosamente, já em fases posteriores (que este não vi), também lia frequentemente Máfia. O que uma letrinha apenas pode confundir os nosso olhos... :)))

Ainda gostei mais da "lei da rolha", saída desta reunião, muito instigada e aplaudida por essa "séria" candidata à liderança do nosso país! Argh!

Moyle disse...

Teté,

se uma vírgula valeu 20 mil contos imagina uma letrinha :D

Não penses muito mal da "lei da rolha", é temporário, só por 6 meses.

Noya disse...

Vai esperando, vai....

Moyle disse...

Noya,

sentado obrigatoriamente...