9/25/2009

Mesas Eleitorais

Em conversa com O Forte, levantou-se uma questão extremamente pertinente em período eleitoral. Se há eleições há, obviamente, mesas eleitorais.
Apesar de saber que estão lá sempre aqueles zelosos 5 para garantir o decurso democrático do escrutínio, o Moyle sempre achou que era algum tipo de irmandade secreta a fazer aquele serviço, porque nunca conheceu ninguém que fosse lá bater o costado. Afinal, para vigiar urnas, era de esperar que fossem coveiros a desempenhar as funções. Mas não!
Para não destoar do elevado tom geral desta campanha, fica desde já aqui assente que pertencer-se a uma mesa eleitoral deve ser uma merda. Literalmente. O que se passa, afinal, numa mesa eleitoral? Temos 5 pessoas, sentadas, que passam o dia a fazer descargas? É impressão do Moyle ou isto é uma definição de sofrer de síndrome diarreico?


4 comentários:

Teté disse...

Tenho uma amiga que ia para as mesas eleitorais todas as eleições, diz ela que aquilo era um grande frete! Deixou de ir, porque quando começaram a pagar 25 ou 30 euros por estarem lá, surgiram logo uma série de "voluntários" para desempenhar aquele serviço cívico. E ela ficou toda satisfeita, porque nunca mais teve de ir para a "descarga"... :)

Enfim, é o País que temos!

Bom fim de semana para ti!

johnny disse...

Nas últimas, já pagavam 65!

Moyle disse...

Teté,

não há nada que detecte melhor as virtudes cívicas dos portugueses que pagar por elas:D

Moyle disse...

johnny,

por 65€ já consideraria a hipótese de ser um bom cidadão.