11/19/2008

A Lâmpada Mágica

Agora que se aproxima o Natal e as velinhas e tal, há umas questões que se levantam ao Moyle como lebres em frente da caçadeira do Miguel Sousa Tavares.
Se pesquisarem a expressão “luz do mundo” – e sim, o Moyle deu-se ao trabalho de fazer isso – o que vão encontrar é, obviamente, uma montanha de sites relacionados com Jesus Cristo, identificando-o como a “luz do mundo”.A dúvida aqui é, se Jesus é a luz do mundo, estamos na presença de uma lâmpada de baixo consumo ou de uma lâmpada fluorescente?

12 comentários:

Clara Umbra disse...

Tendo em conta a alta eficiência energética e a longa vida útil, aposto nas de halogénio... além de que dá sempre fazer aquela chalaça que já todos conhecem do "alô génio!" com muita propriedade...

Moyle disse...

clara,

lá por todos a conhecerem não diminui em nada as suas características chalácicas.

halogénio é uma hipótese bastante boa mas, acho que, para aqueles que acreditam muito, mas mesmo muito, o JC será mais um farol bi xenon:)

Teté disse...

As questões que se levantam como lebres em frente da caçadeira do MST, são essas?

Hummm... mas se ele é a luz do Mundo e o seu pai o Criador do Universo, para que é que ia precisar de uma coisa tão mesquinha como a eletricidade? O seu pai iluminava-o como um sol ou punha a energia solar em acção para o iluminar e ainda poupava na conta! Sim, que estes gajos da EDP não perdoam!!! :)))

Jiminy_Cricket disse...

Oi Moyle,

Será que a luz do mundo é a pilhas e esgotaram a carga? hummmmm! Dóvidas!!!!

beijos

Sorrisos em Alta disse...

Da maneira como isto anda a dar curto-circuito... já haveria lojas chinesas no ano zero???
hmmmmmmmmmmm

Moyle disse...

teté,

esta é, pelo menos, uma dessas questões. mas há mais:)

essa questão do pai de Jesus ser Deus tem um bocado que se lhe diga. o Moyle entrevistou o Todo Poderoso há uns tempos e ele disse que não podia ter filhos.

já entrevistou o JC (aqui estará brevemente) e ele também confirma que o pai dele era mesmo o Zé Carpinteiro.

não se pode dizer muito mal dos gajos da EDP porque eles, no fim de contas, são a luz das nossas vidas:)

Moyle disse...

jimini,

realmente começa a fraquejar um bocadinho a luz. mas não sei se é da carga, da falta de gasóleo no erador ou a lâmpada a começar a fundir. mantêm-se as dóvidas:(

Moyle disse...

sorrisos,

talvez, a julgar por alguns prazos de validade de alguns comestíveis à venda nessas lojas.

por outro lado, como a história se passa entre judeus, duvido que os chineses aguentassem a concorrência:)

Zé do Cão disse...

debaixo consumo, debaixo consumo, a vida está para não fazer-mos gastos sem utilidade

Abraços

Moyle disse...

zé,

inutilidades é mesmo a expressão certa no caso:)

abraço

Sorrisos em Alta disse...

Outra coisa: o Moyle toma viagra cerebral???
É que tem sempre questões a levantar...

(Sorry... são ainda restícios de ter visto os Malucos do Riso ontem...)
;o)

Moyle disse...

sorrisos,

muito depois de o corpo precisar de viagra (na remotíssima hipótese de tal vir a suceder) a mente estará sempre no ar:)