7/21/2008

Comunicado do Vaticano

A Igreja Católica Apostólica Romana, S.A. (ICAR, S.A.), com sede no Vaticano, Itália, vem por este meio comunicar uma alteração de imagem da Corporação relativamente às Tecnologias da Informação e da Comunicação.

Sendo que a nossa Corporação tem mais de 2 milénios de experiência no ramo, o que a torna na mais credível fornecedora de serviços cristãos, na especialidade de Catolicismo, tem como objectivo tornar-se ainda mais credível, querendo agilizar a sua imagem de acordo com o novo mundo em que vivemos, mostrando aos fregueses que podem contar com ela nesta era de comunicação global.

Tendo em apreço alguma confusão que se instalou em redor do patronato das telecomunicações, gerada pela indefinição entre as figuras do Arcanjo Gabriel e de Santa Clara, procura-se agora clarificar e unificar a posição da ICAR, S.A. perante as novas tecnologias. Para tal, para ocupar o lugar de padroeiro desta área, optou-se por uma terceira imagem, de maneira a não restarem quezílias no seio da corporação, nem dúvidas na sua relação com os fiéis clientes.

Para esse efeito, declara-se e proclama-se, como padroeira das novas tecnologias de informação e comunicação, Santa Tecla, com a imaginária oficial que se segue na imagem abaixo e que, seguindo a orientação clássica que nos é típica introduz um sinal da modernidade na qual a nossa companhia se inscreve.

6 comentários:

Clara Umbra disse...

Exmo. Sr. Autor-do-comunicado-certamente-certificado-para-tal-e-isso,

Tenho uma tecla solta no meu pc... serei uma iconoclasta?

Moyle disse...

clara,

acende-lhe uma velinha.

mas não profanes a tecla senão arriscas a um churrasco em que tu és o prato principal:)

Sorrisos em Alta disse...

É desta que te queimam na cruz...!!!!
;o)

Moyle disse...

sorrisos,

isso, dá-lhes ideias. grande amigo que me estás a sair :)

Sorrisos em Alta disse...

Don't worry.
Os tempos mudaram. Se não queimaram o Cruz, já não devem queimar ninguém no Carlos, perdão, na cruz

Moyle disse...

sorrisos,

não imaginas o peso que me tiraste da alma. é que isto não está para churrascos porque, mesmo depois de morto, ainda me vinham acusar de estar a fazer queimadas e provocar incêndios.